sexta-feira, 7 de agosto de 2020

Grupo registra aumento de 34% no número de bikers em Poços

Delma Maiochi  - delmaiochi@hotmail.com 

Poços de Caldas, MG – Os últimos 60 dias têm sido movimentados para o grupo Pedala Poços. A adesão de ciclistas que fazem passeios no entorno da cidade aumentou 34%, segundo conta Alvaro Danza Vilela, idealizador do grupo. 

“Desde junho estamos notando esta maior adesão ao ciclismo de lazer, chegamos a 852 praticantes no grupo. É algo inédito, acredito que deva ser por conta da pandemia ou houve conscientização sobre a utilização deste modal, não sabemos ao certo. Só podemos registrar com prazer esse aumento de adesão às atividades do Pedala Poços”, diz ele. 

Vilela lembra que no Brasil todo houve grande aumento de venda de bicicletas nos últimos meses. “Em Poços, as bicicletarias registraram um acréscimo de 40% nas vendas. O crescimento do Pedala Poços reflete perfeitamente o aumento no número de ciclistas na cidade, apesar de nossa estrutura estar paralisada há 12 anos”, pontua ele. 

De acordo com a Revista Bicicleta, o estudo Wordwide Cycling Index, que analisa a distribuição do ciclismo em todo o mundo, mostra que de 2017 para 2018 houve um crescimento de 6% de ciclistas. Os que pedalam por lazer ocupam 3% e a mobilidade urbana foi de 7%. 

Segundo levantamento da OLX, a busca pelo item bicicleta teve uma elevação de 98% desde que as regras de isolamento social começaram a ser relaxadas. 

TV Caldense se destaca em meio à pandemia

PAULO VITOR DE CAMPOS

pvcampos@gmail.com


Poços de Caldas, MG - O mundo é outro, a vida está diferente em todos os sentidos e, para os profissionais da imprensa, acostumados a cobrir os eventos de perto, as coisas também não ficaram nada bem. Isolamento social, medo da pandemia, lugares com presença restrita de pessoas, testes de covid, enfim, um monte de protocolo para se seguir. Para a cobertura esportiva então tudo isto parece que foi ainda maior, devido ao grau de dificuldade. Com a volta da Caldense na disputa do Campeonato Mineiro ninguém pôde acompanhar de perto os preparativos do time que terminou sua participação em quarto lugar. Foi aí que se destacou a TV Caldense. Comandada por Renan Muniz e Paulo Ney, a assessoria foi um grande aliado de toda a imprensa da cidade, com isto o que se percebeu é que o clube de Poços de Caldas tem uma das maiores estruturas de mídia do futebol brasileiro. E isto facilitou demais o trabalho de toda a imprensa, de Poços e região e até mesmo da capital. O material produzido por Renan Muniz no Centro de Treinamento Ninho dos Periquitos foi replicado e exibido em veículos como EPTV, TV Poços, TV Plan, Virando TV, TV União, Rede Mais. A filmagem do goleiro Alyson respondendo à provocação da torcida do Cruzeiro, por exemplo, teve repercussão nacional, saiu no Foxsports, esporte interativo, SporTV, Globo Esporte e foi pauta no globoesporte.com e Jornal O Tempo. O mesmo vídeo teve mais de um milhão de visualização nas redes sociais.  “Procuramos fazer um trabalho bem detalhado neste período de pandemia já que os profissionais de imprensa não puderam ir ao CT cobrir os treinos. Produzimos materiais diariamente para atender a todos e o que se viu foi um grande aumento do nome da Caldense nos meios de comunicação de todo o Brasil. Nosso conteúdo foi replicado de uma forma bem maior e isto permitiu que o clube fosse muito comentado. Claro que a boa fase do time ajudou neste trabalho da TV Caldense, que neste momento se mostrou mais importante. Nosso foco foi manter o torcedor mais informado com materiais diferenciais, divertidos e com credibilidade na informação”, falou Renan Muniz, assessor de comunicação. “Acredito que conseguimos cumprir o objetivo e agora vamos focar no Campeonato Brasileiro e procurar deixar todo mundo muito bem informado com o que acontece dentro da Caldense”, finalizou Muniz. “Foi uma grande responsabilidade ser o único representante da imprensa no gramado e por isto foi preciso ser preciso nas informações e ao mesmo tempo não perder o foco na produção de imagens. Procurei representar cada profissional que não pôde estar no gramado”, disse Muniz.


Jornal impresso e sites

Além deste material de vídeo, Muniz produziu ainda artigos e fotos que foram usados em jornais impressos como o Mantiqueira e vários sites de notícias do Brasil. “Estamos acostumados a acompanhar tudo o que é feito pela Caldense durante as competições. Fotos e matérias são produzidas por nossa redação, mas como nesta pandemia tudo ficou mais difícil, então pudemos contar com o material já pronto e com qualidade da TV Caldense, sem dúvida foi um diferencial”, disse Ruy Alves, editor chefe do jornal Mantiqueira.

Reconhecimento

O trabalho realizado pela TV Caldense tem um vasto material produzido ao longo dos anos e todos com reconhecimento nacional. Renan Muniz, um torcedor da Caldense que conseguiu trabalhar no clube do coração, faz tudo com muito carinho. Em dia de jogo ele começa cedo e filma toda a rotina do elenco, desde o café da manhã, a viagem no ônibus, o pré-jogo e o rescaldo final da partida. A qualidade profissional do material ganha as redes sociais e o reconhecimento pelo trabalho é instantâneo.

Série D

Agora a TV Caldense se prepara para a cobertura do Campeonato Brasileiro da Série D. Como ainda não saiu uma vacina que vai dar tranquilidade para todos e a volta aos dias normais na cobertura do futebol parece que ainda não será este ano, a TV Caldense novamente voltará a ser fundamental na cobertura da Veterana, que busca o acesso para a Série C.

quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Instituto Alcoa abre inscrições para o Programa de Apoio a Projetos Locais

Poços de Caldas, MG - As inscrições para o Programa de Apoio a Projetos Locais, realizado anualmente pelo Instituto Alcoa para contribuir com sua missão de promover coletivamente a educação e o desenvolvimento dos territórios nos quais atua, estão abertas.

Como nas edições anteriores, este ano, o programa seguirá apoiando iniciativas locais desenvolvidas por organizações da sociedade civil e/ou poder público nas áreas de atuação prioritárias do Instituto Alcoa (Educação e Geração de Trabalho e Renda).

Excepcionalmente, no entanto, esta edição beneficiará também projetos para mitigação dos impactos da pandemia de covid-19, nessas e em outras áreas: Saúde, Segurança, Governança, Cultura e Esportes.

“Acreditamos na potência da sociedade civil e das comunidades para a transformação dos territórios. Não poderia ser diferente no atual contexto de desafios imposto pela pandemia. Neste ano em que o Instituto Alcoa completa 30 anos, precisamos redefinir algumas iniciativas para nos adaptarmos ao atual cenário. Mais do que nunca, precisamos fortalecer essas parcerias para superar esse momento de crise”, explica Monica Espadaro, gerente de projetos do Instituto Alcoa.


Critérios para participação

Serão priorizados projetos em três regiões específicas de atuação do Instituto: Juruti, Óbidos e Santarém (PA), Poços de Caldas e Andradas (MG), Divinolândia (SP), São Luís, Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar (MA).

Organizações com no mínimo dois anos de existência, projetos realizados nas localidades elegíveis e iniciativas com duração máxima de dois anos são alguns dos critérios para participar do edital.

Os projetos devem conter: foco nas áreas prioritárias do Instituto Alcoa, objetivo de implementação, expansão, aperfeiçoamento ou disseminação de propostas já existentes, orçamento entre R$ 50 mil e R$ 250 mil, perspectiva de continuidade e sustentabilidade das ações após o encerramento do apoio, ao menos uma parceria financeira assegurada para o desenvolvimento da proposta, que corresponda a, no mínimo, 10% do orçamento total e estratégias de avaliação e plano de divulgação, incluindo ações e resultados. Os projetos inscritos na categoria de apoio em tempo de pandemia não precisam apresentar previsão de continuidade, pois atenderão à uma necessidade pontual.

As inscrições serão recebidas de 3 a 28 de agosto pelo site https://institutoalcoa.sponsor.com. No ato da inscrição, as organizações devem enviar todos os documentos descritos no edital.A análise da diretoria e do Conselho do Instituto Alcoa e aprovação dos projetos está prevista para acontecer até 4 de dezembro.


Workshops de Projetos

Para apoiar as organizações na elaboração e envio dos projetos, o Instituto Alcoa promoverá Workshops virtuais de Projetos, em parceria com o Ficas. Para Poços de Caldas e região, será dia 6 de agosto, das 14h às 15h30.

Caso sua organização tenha interesse em participar do Workshop Virtual de Projetos ou outras dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail avaliacao@ficas.org.br ou pelo telefone 0800 722 0715.

Caldense termina o Mineiro entre as quatro melhores equipes de Minas

Renan Muniz / Caldense

Caldense e Tombense se enfrentaram na tarde desta quarta-feira (05) na Arena Independência em Belo Horizonte pela partida de volta da semifinal do Campeonato Mineiro 2020. O Tombense venceu por 2 a 0 e a Caldense terminou a competição estadual em quarto lugar.

O jogo começou e aos 3 minutos o Tombense chegou com uma cabeçada na boca do gol por cima. Aos 15 André Mensalão avançou e bateu de bico, no centro da meta. Na marca de 28, o Tombense interceptou uma jogada no meio-campo, Cássio Ortega foi lançado, saiu na cara do gol e tocou na saída de Alyson para abrir o marcador.

A vida da Veterana então se complicou, pois a equipe precisava vencer por dois gols de diferença e passou a ter de balançar as redes três vezes. O time tentava atacar, mas parava na forte marcação adversária. Nós acréscimos da primeira etapa, Mensalão aproveitou rebote e experimentou da entrada da área, para defesa segura de Felipe.

O segundo tempo foi de muita disputa no meio de campo, jogo estava amarrado, com poucas chances ofensivas. Aos 35, o time de Tombos foi ao ataque pela direita, Gabriel Lima recebeu cruzamento e completou para marcar o segundo. A arbitragem foi checar um possível impedimento no lance e a partida ficou quase cinco minutos paralisada até o gol ser confirmado.

O árbitro deu 11 minutos de acréscimo. A Veterana havia feito várias substituições para colocar o time para tentar mudar o panorama do confronto. Nos minutos finais, Verrone acertou um lindo chute no ângulo e o goleiro adversário foi buscar. Não havia tempo para mais nada. Fim de jogo Tombense 2 x 0 Caldense.

A Veterana agora irá se programar para a disputa da Série D 2020. A primeira partida da equipe alviverde na competição nacional será fora de casa no dia 19 ou 20 de setembro contra o vencedor de Brasiliense e Tocantinópolis. A base da equipe deve ser mantida e reforçada.

 

Ficha técnica Tombense 2 x 0 Caldense 05/08/2020


Caldense: Alyson, Filipi Sousa (Guilherme Martins), Jonathan Costa, Lucas Mufalo, Rafael Rosa (João Pedro), Franklin, André Mensalão (Léo Rafael), Lucas Silva, Nathan (Verrone), João Victor e Kaíque Maciel. Técnico: Marcus Paulo Grippi.
Tombense: Felipe, David, Admilton, Matheus (Ramon), João Paulo, Rodrigo (Maycon Douglas), Marquinhos (Falcão), Ibson, Gabriel Lima (Jhemerson), Cássio Ortega e Rubens (Welberty). Técnico: Eugênio Souza.

Gols: Cássio Ortega 28’ 1º T e Gabriel Lima 35’ 2º T (Tombense)

Cartões amarelos: Jonathan Costa, Lucas Mufalo, Lucas Silva, Franklin (Caldense) / - (Tombense)
Cartões vermelhos: - (Caldense) / - (Tombense)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro
Auxiliares: Frederico Soares Vilarinho e Marconi Helbert Vieira
Equipe VAR: Émerson de Almeida Ferreira, com os auxiliares Ronei Cândido Alves e Felipe Alan Costa de Oliveira, junto ao observador de VAR Márcio Eustáquio Sousa Santiago.
Público: Partida com portões fechados devido à pandemia
Renda: Partida com portões fechados
Motivo: 2º jogo da semifinal do Campeonato Mineiro 2020
Local: Arena Independência em Belo Horizonte-MG

terça-feira, 4 de agosto de 2020

2ª Corrida Nossa Santa Casa,

Comunicado


 Como todos sabem, em virtude da  pandemia de Covid-19, a 2ª Corrida Nossa Santa Casa, que aconteceria no dia 26 de abril deste ano, foi transferida para o segundo semestre e seria disputada no dia 16 de agosto. Mas, como ainda estamos impossibilitados de realizar o evento e com a certeza que em 2021 teremos segurança de realizar uma grande prova, a 2ª Corrida Nossa Santa Casa foi transferida para o dia 25 de abril do ano que vem.  

As inscrições, no valor de R$ 60,00, continuam abertas e podem ser realizadas no setor de Comunicação do Hospital (rua Minas Gerais 99), nas unidades da Unitran (Prefeito Chagas 310 e Assis Figueiredo 1678) ou pelo site https://www.corridaderuasuperacao.com.br/.

A 2ª Corrida Nossa Santa Casa será disputada nas distâncias de 6km e 13km, além de caminhada e Corrida Kids (para crianças de 4 a 14 anos). A largada está marcada para às 8h do dia 25 de abril, em frente ao Colégio Visão, na Avenida Europa, em Poços de Caldas!

Adiado

A Federação Mineira de Esportes de Contato - FEMIN, juntamente com a Equipe Professor Mazinho de Boxe Chinês e Defesa Pessoal,  em comum acordo com a Secretaria Municipal de Esportes, informa o adiamento do Primeiro Festival de Artes Marciais  de Poços de Caldas. O evento será realizado quando acontecer a liberação de competições esportivas na cidade. O Festival de Artes Marciais de Poços de Caldas aconteceria dia 6 de setembro.

Caldense tenta reverter desvantagem e chegar a mais uma final

PAULO VITOR DE CAMPOS

pvcampos@gmail.com

Poços de Caldas, MG - Vencer por pelo menos dois gols de diferença e chegar em sua segunda final de Campeonato Mineiro em cinco anos. Esta é a missão da Caldense na tarde desta quarta-feira diante do bom time do Tombense no segundo jogo da semifinal. Com a derrota por 1x0 no primeiro jogo, a Caldense ficou em situação difícil para conseguir a vaga. Para alcançar o objetivo vai ter que se impor diante do adversário, coisa que não aconteceu no primeiro duelo. Se conseguir fazer a diferença que precisa, a Veterana disputa a final do Campeonato Mineiro em data a ser estipulada pela Federação Mineira. O jogo acontece na Arena Independência, em Belo Horizonte, com mando do Tombense.

 “É uma grande oportunidade para corrigirmos os erros do primeiro jogo e ir pra cima. Na partida de ida finalizamos muito pouco, mas desta vez as coisas vão ser diferentes”, disse o centroavante João Pedro.

Interior

Além da vaga na final, a Veterana briga pelo seu nono título de campeã do interior. Levantou o caneco entre 74 e 77, depois venceu em 96, 2002, 2004 e 2015. É a maior vencedora do interior na história do Campeonato Mineiro e quer aumentar ainda mais a galeria de troféus.

“Para nós é uma conquista muito importante, algo que estamos visando desde o início da competição, que é alcançar o posto mais alto possível. Hoje o que nos cabe é passar da semifinal e, consequentemente, conquistar o título de campeã do interior”, falou o lateral-esquerdo Verrone.

Segunda-feira pela manhã a equipe treinou no CT do Coimbra em Contagem-MG e na tarde desta terça-feira realizou uma atividade na Cidade do Galo em Vespasiano para fazer os últimos ajustes antes de ficar em concentração para o duelo.

“Temos que impor nosso ritmo de jogo desde o início da partida, pois precisamos fazer dois gols de diferença. Temos que mudar nossa postura, compactar nossa linha de defesa e ser mais agressivos na parte ofensiva. Se fizermos isso poderemos sair com o resultado positivo. Sabemos que eles estarão bem postados, buscando os contra-ataques, mas quem almeja chegar na final tem que ir pra cima”, comentou o volante André Mensalão.

(Com informações de Renan Muniz/Caldense)